Feeds:
Posts
Comentários

“O círculo do tempo gira dentro do círculo da eternidade, na eternidade não existe o tempo; porém, o tempo gira dentro do círculo da eternidade. Termina um tempo e uma personalidade; porém, ao girar a roda, aparece sobre a Terra um novo tempo e uma nova personalidade. Retorna o ego e tudo se repete. Com a morte se fecha o tempo e a eternidade se abre. O círculo da eternidade primeiro se abre e logo se fecha, quando o Ego regressa ao círculo do tempo”

Samael Aun Weor

Anúncios

O sentimento e as lembranças que ficam de cada história… Todos nós erramos, julgamos. Somos bons e somos cruéis, amamos, sofremos, tivemos momentos alegres e outros às vezes tão tristes… E nunca temos a coragem  de reconhecer erros e não temos também capacidade do arrependimento, achamos sempre que o erro esta no outro… Quantas vezes já deixamos de ouvir nosso coração… Fazemos sempre o contrario… Então qual a moral disso tudo? Vá à luta! Antes que seja tarde! Bola pra frente! Não continue pensando nas suas fraquezas e erros… Daqui por diante, faça um acordo consigo mesmo e lute! Não abaixe a cabeça! Faça tudo que puder pra ser feliz hoje. Releve. Esqueça. Não deite com mágoas no coração…Não durma sem fazer ao menos uma pessoa feliz… Começando por você mesmo!!! E acima de tudo nunca deixe de acreditar…

…Se lhes dou esses detalhes sobre o asteroide B 612 e lhes confio o seu número é por causa das pessoas grandes

 Elas adoram os números…

Quando a gente lhes fala de um novo amigoNão perguntam nunca: “Qual o som da sua voz? Quais os brinquedos prefere? Será que ele coleciona borboletas?” Mas perguntam: “Qual a sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto seu pai ganha?” Somente assim é que elas julgam conhecê-lo. 

“Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado…”, elas não conseguem, de modo algum, fazer idéia da casa. É preciso dizer-lhes: “Vi uma casa de seiscentos mil reais.” Então elas exclamam: “Que beleza!”

Assim, se a gente lhes disser:

“A prova de que o princepezinho existia é que ele era encantador, que ele ria, e que ele queria um carneiro. Quando alguém quer um carneiro, é porque existe”, elas pouco se importarão, e nos chamarão de crianças! Mas se dissermos: “O planeta de onde ele vinha é o asteroide B 612”, ficarão inteiramente convencidas e não nos amolarão com perguntas. Elas são assim mesmo. É preciso não lhes querer mal por isso. As crianças têm que ter muita paciência com as pessoas grandes. 

Mas, com certeza, para nós, que compreendemos o significado da vida, os números não têm tanta importância!

(Antoine de Saint-Exupéry)

Quando vamos deixar de ser gente grande para valorizar um simples e minusculo B 612? Talvez amanhã seja tarde demais…


 

No entardecer dos dias de Verão, às vezes, Ainda que não haja brisa nenhuma, parece Que passa, um momento, uma leve brisa… Mas as árvores permanecem imóveis Em todas as folhas das suas folhas E os nossos sentidos tiveram uma ilusão, Tiveram a ilusão do que lhes agradaria… Ah, os sentidos, os doentes que vêem e ouvem! Fôssemos nós como devíamos ser E não haveria em nós necessidade de ilusão … Bastar-nos-ia sentir com clareza e vida E nem repararmos para que há sentidos … Mas graçasa Deus que há imperfeição no Mundo Porque a imperfeição é uma cousa, E haver gente que erra é original, E haver gente doente torna o Mundo engraçado. Se não houvesse imperfeição, havia uma cousa a menos, E deve haver muita cousa Para termos muito que ver e ouvir …

(Alberto Caeiro, in “O Guardador de Rebanhos – Poema XLI” Heterónimo de Fernando Pessoa)


Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.

Ás vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.

Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:

Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.

 

~ Soneto 18 ~

– William Shakespeare

 

 

 

Quem já passou por essa vida e não viveu

Pode ser mais, mas sabe menos do que eu

Porque a vida só se dá pra quem se deu

Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu

Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não

Não há mal pior do que a descrença

Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão

Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair

Pra que somar se a gente pode dividir

Eu francamente já não quero nem saber

De quem não vai porque tem medo de sofrer

Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão

Um mestre…

 

 

 

 

Quando você conseguir superar graves problemas de relacionamentos, não se detenha na lembrança dos momentos difíceis, mas na alegria de haver atravessado mais essa prova em sua vida.
Quando sair de um longo tratamento de saúde, não pense no sofrimento que foi necessário enfrentar, mas na benção de Deus que permitiu a cura.
Leve na sua memória, para o resto da vida, as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade, e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta; outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, falar.
Uns queriam silêncio; outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo;outros, ter pés.
Uns queriam um carro; outros, andar.
Uns queriam o supérfluo; outros, apenas o necessário.
Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior. Seja um eterno aprendiz na escola da vida.
A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior alivia, a inferior culpa; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!

(Chico Xavier)